Última hora

Última hora

Coreia do Sul continua a resgatar corpos sem esperança de encontrar mais sobreviventes do naufrágio

Em leitura:

Coreia do Sul continua a resgatar corpos sem esperança de encontrar mais sobreviventes do naufrágio

Tamanho do texto Aa Aa

Prosseguem as operações de resgate das vítimas do naufrágio de um barco de passageiros na Coreia do Sul.

Mais de uma centena de corpos já foram recuperados do mar, mas o número de mortos deve vir a superar os 300, já que ninguém acredita que ainda possam existir mais sobreviventes do naufrágio de quarta-feira passada.

174 pessoas escaparam com vida ao naufrágio.

A companhia que operava o ‘ferry’ Sewol pediu entretanto “perdão” às vítimas e respetivos familiares.

Esta segunda-feira, foram presos mais quatro membros da tripulação. No total são já sete os detidos.

O principal alvo das críticas é capitão do barco, que também foi preso. Lee Joon-seok, que não estava na ponte na altura do acidente, não só demorou a ordenar a evacuação, como foi um dos primeiros a abandonar o barco. Uma conduta que a Presidente da Coreia do Sul comparou à de um assassino.

Os Estados Unidos vão enviar um navio para ajudar nas operações que, segundo as autoridades sul-coreanas, se podem prolongar durante dois meses.

Os funerais vão multiplicar-se nos próximos dias à medida que mais corpos são resgatados do mar.

O ‘ferry’ naufragou com 476 pessoas a bordo, 325 eram estudantes do ensino secundário.