Última hora

Última hora

Vida sobre rodas: do triciclo à bicicleta elétrica

Em leitura:

Vida sobre rodas: do triciclo à bicicleta elétrica

Tamanho do texto Aa Aa

Chama-se “halfbike” e é um projeto búlgaro. Trata-se de um triciclo ideal para quem tem uns parcos quilómetros entre a casa e o trabalho, por exemplo. Foi concebido para se pedalar de pé e – à parte os amantes de fitness – os autores não aconselham distâncias superiores a 5 quilómetros.

“Gostei muito da ideia e foram precisos vários anos de discussões e de melhorias para chegarmos até aqui”, conta Mihail Klenov, co-inventor do “halfbike”. “Usámos vários protótipos para ver como a ideia se poderia transformar numa maquete”, conclui.

O pedal aciona a roda dianteira enquanto as “duas rodinhas” atrás garantem o máximo equilíbrio. Em vez do tradicional guiador, um comando de madeira serve para orientar a direção. O triciclo pesa quase oito quilos e é fácil de arrumar, medindo apenas 100 × 40 × 130 cm.

Mas há quem prefira a lei do menor esforço. Rubee é uma “bicicleta que anda sozinha” graças ao aparelho inventado por Gediminas Nemanis na Lituânia. Graças a este dispositivo é possível transformar uma bicicleta antiga num veículo movido a eletricidade.

“A Rubbee é única na forma como transfere a energia diretamente para o pneu da bicicleta porque não usamos correntes ou cintos”, conta Nemanis.

O dispositivo pesa seis quilos e meio e permite uma velocidade máxima de 25 quilómetros por hora. Os ciclistas podem viver ao estilo duas rodas sem ter sequer de pedalar.