Última hora

Última hora

NYPD perto da população mas não tanto

Em leitura:

NYPD perto da população mas não tanto

Tamanho do texto Aa Aa

É caso para dizer que saiu “o tiro pela culatra” à polícia nova-iorquina. As autoridades lançaram uma campanha onde convidavam os nova-iorquinos a deixarem-se fotografar com agentes da autoridade e a partilharem as suas fotos no twitter.

No início a ideia correu bem, com fotografias de cidadãos felizes ao lado de agentes da autoridade, mas o resultado final acabou por ser contrário ao esperado. A maioria das imagens recebidas denunciava a violência policial, na cidade. Instantâneos que retratam a brutalidade da polícia local, acompanhados por comentários sarcásticos.

As autoridades policiais de Nova Iorque responderam, em conferência de imprensa, dizendo que este diálogo aberto, que as redes sociais permitem, é bom para a sociedade e que a polícia desempenha, frequentemente atividades legais mas que, em termos práticos, acabam por ter repercussões negativamente, em termos de imagem. E era, de facto, de imagem que se tratava. A polícia pretendia melhorá-la, fomentar a comunicação e aproximar-se da população.