Última hora

Última hora

Transparency International alerta para riscos de corrupção na UE

Em leitura:

Transparency International alerta para riscos de corrupção na UE

Tamanho do texto Aa Aa

Os riscos de corrupção na União Europeia são elevados. O alerta é deixado pela organização Transparency International. Num relatório divulgado esta quinta-feira em Bruxelas,considera-se que as instituições europeias estão vulneráveis à corrupção por causa da fraca aplicação das regras de ética, transparência e controlo financeiro.

Carl Dolan, diretor da Transparency International, lembra que “Apesar das declarações de interesses e de bens feitas pelos eurodeputados e membros da Comissão, não há um controlo sistemático. O que acaba por deixar as instituições vulneráveis.”

O estudo, com o nome de Sistema de Integridade da União Europeia, diz ainda que só em Bruxelas existem 15 mil pessoas a fazer lóbi e que há falta de transparência no processo legislativo europeu.
Os responsáveis da organismo deixam também sugestões sobre o que pode ser melhorado.

Carl Dolan explica que “há coisas simples que as instituições europeias podem fazer: uma delas é ter, por defeito, uma política de transparência. Ou seja, todos os documentos relacionados com reuniões, sejam informais ou formais, devem ser tornados públicos. Não devem ficar com acesso restritito a algumas pessoas. Isto fará com que o processo legislativo se torne mais aberto.”

Este é primeiro estudo sobre os riscos de corrupção em 10 instituições europeias e é divulgado, a um mês das eleições europeias e numa altura em que surge uma sondagem que diz que 70% dos europeus acredita que existe corrupção no seio da União.