Última hora

Última hora

Apelos à "privacidade e liberdade" no futuro da internet

Em leitura:

Apelos à "privacidade e liberdade" no futuro da internet

Tamanho do texto Aa Aa

Sem consenso, a conferência NetMundial sobre a governança da internet terminou sem consenso, mas mesmo assim foi considerada positiva.

O evento realizou-se em São Paulo, no Brasil, durante dois dias. Privacidade e liberdade foram as palavras-chave no documento final.

Mas os críticos afirmam que poderia ter havido uma condenação mais enfática da espionagem eletrónica. “O mundo inteiro está literalmente a pedir, no “chat”, nas videochamadas, nos SMS e nos microfones. Em uníssono afirmam que a vigilância em massa é um crime e que não pode continuar. Tem que haver responsabilização e as nações democráticas não podem ter livre trânsito”, afirma Jacob Appelbaum, membro de uma organização que fornece programas de anonimato “online”.

As denúncias de Edward Snowden abalaram o mundo e provocaram escândalos entre países, nomeadamente os Estados Unidos. Ficou a saber-se que a secreta americana NSA intercetou as comunicações telefónicas e da internet de mais de mil milhões de pessoas, na procura de informações sobre terrorismo, política internacional e economia.