Última hora

Última hora

Confrontos no Rio de Janeiro após enterro de bailarino

Em leitura:

Confrontos no Rio de Janeiro após enterro de bailarino

Tamanho do texto Aa Aa

Terminou em confrontos a marcha de protesto contra a morte de um bailarino numa favela do Rio de Janeiro.

O mal-estar entre moradores de Copacabana – um dos bairros mais turísticos da cidade – e a polícia instalou-se após o enterro Douglas Pereira de 25 anos, alegadamente, morto pela polícia no início da semana.

O bailarino terá sido confundido com um traficante de droga.

A mãe acredita que Douglas foi torturado.

Dezenas de brasileiros desfilaram entre a favela e o cemitério onde o jovem foi sepultado. Uma marcha que serviu para denunciar a violência policial, o processo de ocupação das favelas por parte das forças da ordem e o Mundial de Futebol que arranca a 12 de junho.