Última hora

Última hora

FMI discute empréstimo à Ucrânia de 14 mil milhões dólares

Em leitura:

FMI discute empréstimo à Ucrânia de 14 mil milhões dólares

Tamanho do texto Aa Aa

O Fundo Monetário Internacional confirmou que a administração e conselho executivo vão discutir, dia 30 de abril, o acordo de resgate à Ucrânia, que permite emprestar a Kiev entre 14 a 18 mil milhões de dólares, o equivalente a 10,2 e 13 mil milhões de euros.

“Já dissemos que o acordo ‘standby’ estaria entre os 14 e os 18 mil milhões de dólares, e será por um período de dois anos”, confirmou o porta-voz do FMI, Gerry Rice.

O empréstimo do FMI, denominado “standby”, faz parte do programa internacional de ajuda financeira à Ucrânia, de cerca de 20 mil milhões de euros.

O executivo do primeiro-ministro interino, Arseny Yatseniuk, preparou um pacote de medidas de austeridade para tirar o país da crise financeira em que se encontra.

O governo ucraniano quer diminuir o impacto que a dependência energética da Rússia tem na economia. Moscovo quase duplicou o preço do gás.

A Ucrânia pode assinar, na próxima segunda-feira, um acordo de fornecimento de gás com a Eslováquia.

Arseny Yatseniuk anunciou que são precisas mais medidas de austeridade.