Última hora

Última hora

O 25 de abril para australianos e neozelandeses

Em leitura:

O 25 de abril para australianos e neozelandeses

Tamanho do texto Aa Aa

A 25 de abril recordam-se as vítimas da batalha de Galípoli.

Há 99 anos tinha início a primeira grande ação militar travada pelas forças australianas e neozelandesas durante a Primeira Guerra Mundial. Uma tentativa para tomar Constantinopla, capital do império otomano, aliado da Alemanha que acabaria por se revelar um fracasso.

A 25 de abril de 1915, as forças armadas da Austrália e da Nova Zelândia, também conhecidas por ANZAC, apoiadas pelos países aliados desembarcaram na península de Galípoli. Depois de nove meses de batalha que segundo alguns historiadores terá provocado 500 mil mortos, dos dois lados, e sem conseguir avançar mais do que apenas alguns quilómetros, os militares retiraram-se. Para trás ficaram milhares de homens que acabaram por ser enterrados em diferentes cemitérios e fossas comuns espalhadas pela região de Galípoli.

O 25 de abril na Austrália e na Nova Zelândia está a ser assinalado com várias cerimónias.