Última hora

Última hora

Ucrânia: Observadores internacionais capturados em Slaviansk

Em leitura:

Ucrânia: Observadores internacionais capturados em Slaviansk

Tamanho do texto Aa Aa

Uma equipa de observadores internacionais está retida pelos separatistas pró-russos em Slaviansk, no leste da Ucrânia. Inicialmente o ministério ucraniano do Interior tinha indicado que se tratava de representantes da OSCE, mas a Organização para a Segurança e Cooperação na Europa desmentiu, precisando que são observadores militares enviados ao abrigo de acordos bilaterais a pedido de Kiev.

O autoproclamado presidente da câmara municipal, Vyacheslav Ponomaryov, disse que o grupo foi detido porque havia um espião entre eles. Estão em curso negociações para os libertar.

Slaviansk é controlada pelos separatistas mas o Governo de Kiev já anunciou que a cidade está cercada pelas forças ucranianas.

A alguns quilómetros de Slaviansk, em Kramatorsk, um helicóptero do exército foi visado por um lança-roquetes e explodiu. O ministério da Defesa precisou que o aparelho estava no solo e que o piloto ficou ferido.

Outros incidentes foram registados no sudeste russófono. Em Lugansk, foram lançados engenhos explosivos contra um edifício público.

Na cidade costeira de Odessa, foi registada a explosão de uma granada lançada contra uma barricada de apoiantes do Governo de Kiev, que fez sete feridos, de acordo com o ministério do Interior.

Na quinta-feira, o ministro russo da Defesa anunciou o lançamento de exercícios militares junto à fronteira, em resposta às manobras da NATO na Europa de Leste e ao que chamou de “máquina militar ucraniana”.

A presidência ucraniana fez saber que qualquer incursão das forças russas na fronteira será considerada como uma invasão, ameaçando matar os atacantes.