Última hora

Última hora

Timochenko: "Putin só irá até onde o deixarem os Estados Unidos e a UE"

Em leitura:

Timochenko: "Putin só irá até onde o deixarem os Estados Unidos e a UE"

Tamanho do texto Aa Aa

Yulia Timochenko diz que a crise na Ucrânia só pode ser resolvida sob o auspício da União Europeia e dos Estados Unidos. A euronews entrevistou a ex-primeira-ministra ucraniana em Kiev e uma das questões colocadas foi sobre a proposta do magnata Petro Poroshenko, rival de Timochenko nas presidenciais de 25 de Maio.

Yulia Timochenko: “Se forem iniciadas negociações diretas entre a Ucrânia e a Rússia, a Ucrânia irá receber apenas uma oferta de capitulação. É por isso que peço a Petro Poroshenko que retire a proposta e que voltemos ao formato que existe atualmente, com negociações que envolvam os Estados Unidos, a União Europeia, a Ucrânia e a Rússia. Penso que só o maior país do mundo e a União Europeia é que são capazes de colocar a Rússia no seu lugar”.

Sergio Cantone, euronews: “Pensa que esta guerra ‘de facto’, como lhe chamou, pode transformar-se numa guerra real e que as tropas russas irão atravessar a fronteira?”

Timochenko: “A questão sobre se será usado armamento pesado e se haverá uma verdadeira incursão militar depende da força que terão os líderes mundiais, da força que terão os Estados Unidos e a União Europeia. Se conseguirem parar esta agressão e Vladimir Putin sentir que o seu poder é maior que o da Rússia, ele irá parar. Ele só avançará até onde o deixarem os Estados Unidos e a União Europeia.”