Última hora

Última hora

Coreia do Sul: Primeiro-ministro demite-se em consequência de naufrágio de ferry

Em leitura:

Coreia do Sul: Primeiro-ministro demite-se em consequência de naufrágio de ferry

Tamanho do texto Aa Aa

O primeiro-ministro sul-coreano, Chung Hong-won demitiu-se, este domingo, em consequência do naufrágio do ferry boat “Sewol”, a 16 de abril.

Os 15 tripulantes foram detidos, acusados de negligência pela falta de ajuda aos passageiros.

De acordo com o último balanço das autoridades, há 187 vítimas mortais confirmadas, 115 continuam desaparecidas.

Os tripulantes pediram desculpa às famílias das vítimas por “não terem cumprido com as suas obrigações.”

As buscas para recuperar os corpos continuam, apesar das más condições atmosféricas. O ferry “Sewol” transportava 476 pessoas a bordo. A maioria era estudante do ensino secundário.

O comandante terá demorado meia hora para dar ordem de evacuação da embarcação. Não há esperança de encontrar sobreviventes. As famílias das vítimas reclamam por causa da lentidão das operações para a recuperação dos corpos.