Última hora

Última hora

Papa Francisco canoniza João XXIII e João Paulo II

Em leitura:

Papa Francisco canoniza João XXIII e João Paulo II

Tamanho do texto Aa Aa

Uma cerimónia que está ainda a decorrer na Praça de São Pedro, em Roma, e a ser acompanhada, de acordo com o ministério do interior italiano, por 61 delegações de, pelo menos, 54 países. Portugal está representado pelo ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros, Rui Machete, que será recebido pelo papa Francisco, em audiência privada.

João Paulo II foi canonizado apenas nove anos depois da sua morte, que aconteceu em 2005. Uma questão que levantou alguma polémica, mesmo no seio da Igreja Católica, já que o início do processo deve acontecer 5 anos depois da morte e, no caso de Karol Wojtyla, ele foi iniciado apenas três anos depois. Acabou por ser beatificado a 1 de maio de 2011, por Bento XVI.

Para a sua beatificação foram fundamentais o caso da freira francesa Marie Simon Pierre, que sofria de Parkinson, a mesma doença que João Paulo II tinha, e cuja cura terá sido conseguida através de orações dedicadas ao Papa. Mas também o da cura de uma latino-americana que sofria de um aneurisma cerebral e que, segundo os médicos, tinha apenas um mês de vida. Floribeth Mora Díaz terá ouvido o Papa polaco dizer: “Levante-se, não tenha medo” e o seu processo de recuperação terá sido desencadeado. Este segundo milagre foi reconhecido pelo Vaticano em julho do ano passado.

Quanto a João XXIII ele foi canonizado com apenas um milagre comprovado. Ao papa italiano foi atribuída, em 2000, a cura da religiosa italiana Caterina Capitani, que esteve a morrer e que afirma que depois de pedir um milagre a João XXIII conseguiu sobreviver.