Última hora

Em leitura:

Atentados sangrentos na Síria um dia depois de Assad anunciar candidatura à presidência


Síria

Atentados sangrentos na Síria um dia depois de Assad anunciar candidatura à presidência

Mais de meia centena de mortos em resultado de ataques esta terça-feira na Síria, um dia depois de Bashar al-Assad ter anunciado que é candidato à sua própria sucessão nas presidenciais agendadas para o início de junho.

Damasco e Homs foram sacudidas por atentados em zonas controladas pelo regime.

Na capital, o alvo foi uma escola de estudos religiosos. O último balanço do Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH) fala em mais de 15 mortos e cerca de 70 feridos, alguns em estado crítico.

Em Homs, mais de 40 pessoas morreram em dois atentados no espaço de meia hora. Primeiro foi a explosão de um carro armadilhado em Zahra, um bairro de maioria alauita que foi depois atingido por um míssil artesanal.

Apelidada de “capital da revolução” no início da revolta contra o alauita Assad, Homs é hoje quase totalmente controlada pelas tropas fiéis ao regime de Damasco.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte

mundo

Ucrânia: Libertação de observadores depende de levantamento de sanções da UE