Última hora

Última hora

Já não se pode "vaporizar" à vontade em Nova Iorque e Chicago

Em leitura:

Já não se pode "vaporizar" à vontade em Nova Iorque e Chicago

Tamanho do texto Aa Aa

Nova Iorque e Chicago juntaram-se a Los Angeles na proibição de fumar cigarros eletrónicos em espaços fechados.

As autoridades sanitárias norte-americanas preparam legislação para restringir a venda dos vaporizadores de nicotina e produtos associados.

Em Nova Iorque e em Chicago, a restritiva legislação em vigor para o tabaco foi, esta terça-feira, alargada aos cigarros eletrónicos. Objetivo: “Proteger as pessoas até compreender melhor (os vaporizadores) e descobrir como podem ser utilizados apenas de forma a ajudar as pessoas”, afirmam os defensores das novas restrições que também querem impedir que o ato de fumar volte a ser aceite socialmente.

Os críticos afirmam que “os que querem deixar de fumar e usam vaporizadores vão ter passar para as zonas de fumadores. Exatamente de onde querem fugir”.

Ainda não há estudos conclusivos sobre os efeitos dos cigarros eletrónicos, mas são cada vez mais os que defendem que os vaporizadores de nicotina são menos perigosos para a saúde que o tabaco com todos os produtos tóxicos que contém.