Última hora

Última hora

Ancara pede a Washington extradição de Güllen

Em leitura:

Ancara pede a Washington extradição de Güllen

Tamanho do texto Aa Aa

A Turquia quer a extradição de Fethullah Güllen, atualmente exilado nos Estados Unidos.

O primeiro-ministro turco, Recep Tayyip Erdogan, garante que a Turquia respondeu positivamente a 10 pedidos de extradição vindos dos Estados Unidos; por isso, espera agora a mesma atitude de Washington.

Questionado por uma jornalista sobre o processo legal de pedido de extradição, Erdogan confirmou: “- Sim, é verdade, o processo já começou.”

Aos 73 anos, Fethullah Güllen, um clérigo islamita outrora aliado de Erdogan, é agora acusado pelo primeiro-ministro turco de encabeçar uma rede decidida a destituí-lo do poder e que terá inventado as acusações de corrupção que já levaram à detenção de próximos do executivo e à demissão de três ministros.

Nos últimos meses, o executivo deteve ou mutou milhares de polícias e magistrados – que investigavam as acusações – por, alegadamente, pertencerem à rede de Güllen.

Ancara já tinha tentado proibir Twitter e Facebook, redes que, alegadamente, servem para difundir o escândalo.

O caso começa a preocupar a comunidade internacional. Na segunda-feira, em viagem oficial à Turquia, o presidente alemão, Joaquim Gauck, ousou criticar Erdogan, a quem acusa de quer cercear a liberdade de expressão, no país.