Última hora

Última hora

Eleições legislativas no Iraque

Em leitura:

Eleições legislativas no Iraque

Tamanho do texto Aa Aa

No Iraque mais de 20 milhões de eleitores escolhem hoje um novo parlamento, nas primeiras eleições legislativas desde a saída das tropas norte-americanas do país, abalado por atentados diários e ameaçado por uma nova guerra confessional.

Candidato a um terceiro mandato, o primeiro-ministro xiita, Nuri al-Maliki, é dado como favorito apesar das críticas e da cólera dos iraquianos cansados do desemprego, da corrupção, da falta de serviços públicos básicos e da paralisia das instituições devido à crise política e à insegurança.

“Aqui no distrito de Doura há terrorismo, bombardeamentos e ataques governamentais e não-governamentais. Precisamos, por isso, de uma mudança. Esperamos que os candidatos nos protejam dos extremistas para vivermos em paz. Nos últimos oito anos não houve melhorias, pelo contrário, fomos de mal para pior”, disse um habitante local.

A campanha eleitoral foi marcada por vários ataques sangrentos contra assembleias de voto ou comícios.

A violência no país já causou perto de três mil mortos desde o início do ano.