Última hora

Última hora

Família canadiana decidiu viver nos anos '80

Em leitura:

Família canadiana decidiu viver nos anos '80

Família canadiana decidiu viver nos anos '80
Tamanho do texto Aa Aa

Dececionados com a omnipresença da tecnologia na sua vida e com o facto de os filhos preferirem entreter-se com iPhones e iPads do que brincar na rua, um casal canadiano de Guelph, Ontário, escolheu readaptar, durante um ano, a vida doméstica à tecnologia anterior a 1986.

Blair McMillan, de 26 anos de idade, a sua companheira Morgan Patey, de 27, e os dois filhos do casal, Trey, de 5, e Denton, de 2, vivem como se tivessem regressado aos anos ’80 – sem telemóveis, computadores e internet. Os amigos que os visitam são convidados a partilhar o mesmo estilo de vida durante o tempo que passam com eles. A experiência deverá durar um ano.

Mandam revelar das fotografias tiradas numa máquina de rolo, vêm filmes em cassetes vídeo, habituaram-se a deslocar-se em vez de fazer compras pela internet, usam mapas de papel para viajar.

Vivem assim há cinco meses, e dizem que a vida de família ganhou com esta mudança. Morgan Patey explicou que as relações mudaram para melhor, e o pai, Blair McMillan, está contente por terem reaprendido a conversar com as crianças, durante as refeições

Pensaram continuar esta experiência durante um ano, mas não sabem se não acabarão por decidir guardar algumas das conquistas deste regresso ao passado.

Blair evoca o exemplo de uma dieta com efeitos benéficos:
“É como se cortasses com os cheeseburguers para fazer uma dieta – acabada a dieta, já não queres regressar aos cheeseburguers, pois conseguiste um sucesso.”