Última hora

Última hora

Legislativas no Iraque com violência em pano de fundo

Em leitura:

Legislativas no Iraque com violência em pano de fundo

Tamanho do texto Aa Aa

Os cidadãos do Iraque são esta quarta-feira chamados às urnas, no primeiro ato eleitoral desde que as forças norte-americanas deixaram o país em 2011, com o primeiro ministro Nuri al-Maliki a contar com um terceiro mandato enquanto a violência aumenta no país.

O chefe de governo votou ao princípio do dia, aproveitando para encorajar a participação dos iraquianos:
“Nesta ocasião, apelo à participação de todos os iraquianos no ato eleitoral, pois aqueles que forem votar terão depois o direito de questionar – os que não participam nas eleições não terão o mesmo direito. Não gostaria de ver nenhum iraquiano perder o direito de vigiar as eleições.”

Os analistas dizem que estas legislativas são um referendo sobre a apoio a Maliki e que não darão provavelmente a maioria a nenhum dos partidos.

A província ocidental de Anbar está a braços com a violência, com os militantes sunitas a enfrentar o exército iraquiano e as milícias xiitas numa lua pelo controle dos arredores de Bagdad.

Com a economia do Iraque em dificuldades, Maliki é acusado pelos seus adversários de fomentar divisões, com o objetivo de reforçar o seu poder.