Última hora

Última hora

Nigéria: Protesto contra rapto de 200 adolescentes

Em leitura:

Nigéria: Protesto contra rapto de 200 adolescentes

Tamanho do texto Aa Aa

O rapto de cerca de 200 adolescentes de uma escola no norte da Nigéria continua a mobilizar centenas de pessoas. Esta quarta-feira, a capital do país, Abuja, foi palco de um protesto contra a incapacidade das autoridades em encontrar as estudantes, alegadamente sequestradas por membros do grupo islamita Boko Haram. Uma manifestante afirma ter-se deslocado para atrair a atenção de todos os nigerianos e, sobretudo, de todas as mães e pais, para a situação difícil destas crianças.

As adolescentes, que têm entre 12 e 17 anos, foram raptadas a 14 de abril, durante as aulas. De acordo com a diretora da escola, foram sequestradas 230 crianças. Entretanto, várias terão escapado mas 187 continuam em parte incerta. As autoridades locais avançaram com a hipótese de terem sido vítimas de casamentos forçados.

O Boko Haram, que reivindica a criação de um estado islâmico na região, já tinha incendiado escolas e colocado bombas em campus universitários, mas é a primeira vez que um sequestro em massa acontece. No mesmo dia, um atentado atribuído ao grupo extremista matou 75 pessoas na capital, tendo sido o primeiro ataque em dois anos.