Última hora

Última hora

1.° de Maio reacende confrontos na Turquia

Em leitura:

1.° de Maio reacende confrontos na Turquia

Tamanho do texto Aa Aa

Os sindicalistas do Turk-Is eram os únicos com acesso à praça Taksim, em Istambul, neste 1.° de Maio. Tinham sido autorizados a depositar coroas de flores em homenagem aos 34 mortos da manifestação do 1.° de maio de 1977 – quando manifestantes não identificados dispararam para o ar, provocando o pânico.

Mais ninguém tinha acesso à praça, como explicava, esta manhã, Bora Bayraktar, o correspondente da euronews em Istambul: “O local tradicional das manifestações do 1.° de Maio – a praça Taksim – foi este ano, interditada e cercada pela polícia. É por isso que só a polícia e os media aqui estão”.

Mas os manifestantes não gostaram da proibição. Várias centenas tentaram desobedecer e forçar as barreiras policiais para se reunirem na emblemática praça. Resultado: a polícia recorreu a canhões de água e a granadas de gás lacrimogéneo para dispersá-los.

Cerca de 40 mil polícias tinham sido destacados para impedir o acesso à praça Taksim, palco da contestação do ano passado contra o governo turco.

Metro, ferries e autocarros estão paralisados, dificultando igualmente o acesso da população ao centro desta megalópole de 13 milhões de habitantes.

  • Turkey: Istanbul 01/05/2014

    Photo: Bora Bayraktar-euronews

  • Photo: Bora Bayraktar-euronews

  • Photo: Bora Bayraktar-euronews

  • Photo: Bora Bayraktar-euronews

  • Photo: Anadolu Agency

  • Photo: Anadolu Agency

  • Turkey: Istanbul 01/05/2014

    Photo: Anadolu Agency

  • Photo: Anadolu Agency

  • Photo: Anadolu Agency

  • Photo: Anadolu Agency

  • Photo: Anadolu Agency

  • Photo: Anadolu Agency

  • Photo: Anadolu Agency

  • Turkey:Istanbul

    Photo: Anadolu Agency

  • Photo:Anadolu Agency

  • Photo:Anadolu Agency

  • Photo:Anadolu Agency

  • Photo:Anadolu Agency

  • Photo:Anadolu Agency