Última hora

Última hora

Líder do Sinn Féin detido para interrogatório

Em leitura:

Líder do Sinn Féin detido para interrogatório

Tamanho do texto Aa Aa

Gerry Adams, o líder do partido nacionalista irlandês Sinn Féin, foi detido para interrogatório, esta quarta-feira à noite, na sequência da investigação do homicídio de uma católica em 1972. Jean McConville, de 37 anos, tinha 10 filhos. Foi raptada e assassinada pelo IRA em Belfast por, alegadamente, ser uma espia ao serviço das forças de segurança britânicas na Irlanda do Norte. Os seus restos mortais foram encontrados mais de 30 anos depois, em 2003, numa praia.

Gerry Adams, de 65 anos, sempre negou qualquer implicação com o caso. No mês passado, mostrou-se disponível para prestar declarações à polícia. Nessa altura, Ivor Bell, um antigo responsável do IRA, de 77 anos, foi indiciado de cumplicidade neste homicídio.
Uma antiga militante da organização, Dolours Price, acusou várias vezes Gerry Adams de ter ordenado o assassínio de Jean McConville. Dolours Price passou sete anos atrás das grades por ter colocado uma bomba diante de um tribunal londrino em 1973.