Última hora

Última hora

Ucrânia: Habitantes de Slaviansk marcham no 1º de maio por um referendo

Em leitura:

Ucrânia: Habitantes de Slaviansk marcham no 1º de maio por um referendo

Tamanho do texto Aa Aa

Em Slaviansk, dezenas de pessoas juntaram-se e marcharam, pelo centro da cidade, para celebrar o 1º de maio. Desde o início de abril que homens armados têm ocupado vários edifícios oficiais desta cidade do leste da Ucrânia. Alguns moradores acusam Kiev de não cumprir as suas promessas e dizem que foi isso que levou o país à falência.

A manifestação deste 1º de maio serviu também para demonstrar o apoio destes habitantes de Slaviansk ao referendo marcada para 11 de maio e visa tornar a região independente de Kiev:

“Sem dúvida que vou participar no referendo de 11 de maio e vou dizer “sim “ à independência da República Nacional de Donetsk”, afirma um habitante desta cidade.

“ O programa que Turchinov nos impõe, lá em Kiev, não é o programa adequado. Podemos acabar enforcados com este tipo de programa. Está tudo cada vez mais caro”, desabafa outra residente.

Em Sloviansk continuam retidos observadores da OSCE. As conversações para pôr fim a este impasse continuam mas as auto-proclamadas autoridades não falam sobre isso:

“Acordámos não falar sobre a nossa posição até chegarmos a uma decisão. Por isso não temos nenhum problema”, diz Vyacheslav Ponomaryov, auto-proclamado Presidente da Câmara de Slaviansk.

Slaviansk é uma cidade do leste da Ucrânia, com 130 mil habitantes, que se tornou uma fortaleza militar para o movimento pró-Rússia no início de abril e é totalmente controlada por grupos separatistas.