Última hora

Última hora

Presidente ucraniano reintroduz serviço militar obrigatório

Em leitura:

Presidente ucraniano reintroduz serviço militar obrigatório

Tamanho do texto Aa Aa

A deterioração da situação no Leste da Ucrânia levou o presidente interino a decidir reintroduzir o serviço militar obrigatório no país.

A decisão de Olexandre Tourtchinov foi tomada depois de militantes pró-russos terem assumido o controlo de mais um edifício oficial de Donetsk, principal cidade da região rebelde, num ataque brutal contra as forças da ordem.

Em menos de uma hora, a sede da Procuradoria Regional de Donetsk foi tomada de assalto, ilustrando a crescente incapacidade das autoridades ucranianas para controlar o Leste do país.

Quinze pessoas terão ficado feridas durante o ataque, algumas com gravidade.

Os polícias, que tentavam proteger o edifício, foram agredidos e posteriormente desarmados, antes de serem autorizados a abandonar o local.

O Fundo Monetário Internacional, que aprovou um plano de assistência de mais de 12 mil milhões de euros, admitiu que o plano poderá ser “restruturado” caso Kiev perca as regiões do Leste.

Nos últimos dias, os rebeldes pró-russos têm alargado o controlo de pontos e edifícios estratégicos em mais de uma dezena de cidades.