Última hora

Última hora

Duplo atentado faz três mortos e quinze feridos no Quénia

Em leitura:

Duplo atentado faz três mortos e quinze feridos no Quénia

Duplo atentado faz três mortos e quinze feridos no Quénia
Tamanho do texto Aa Aa

O terror está de volta ao Quénia e de novo, teme-se, pelas milícias islâmicas Al-Shabab. Duas explosões na cidade costeira de Mombaça, no sudeste do país, provocaram três mortos e pelo menos quinze feridos.

Um dos rebentamentos ocorreu num bar de praia de um dos mais conhecidos hotéis da região, o Reef. Mas a mais grave deflagrou num miniautocarro, no terminal de transportes de Mewmbe Tayari, no centro da cidade. Foi nesta explosão que morreram as três pessoas.

Mombaça está localizada no sudeste do país, na costa do Índico, fez parte do império colonial português em certos períodos dos séculos XVI e XVII e é atualmente a segunda maior cidade do Quénia, um dos mais importantes centros turísticos do país e um importante interposto comercial na região.

A cidade tem mais de um milhão de habitantes, uma boa parte muçulmanos que se sentem discriminados pelo governo queniano de supremacia cristã. Mombaça tem sido, por isso, um dos principais pontos de recrutamento das milícias islâmicas Al-Shabab, que têm reconhecida ligação à Al-Qaida e foram responsáveis, por exemplo, em setembro, do sangrento ataque a um centro comercial em Nairobi, que fez mais de 60 mortos, e são suspeitas de ter atacado assassinado seis pessoas uma igreja em março

As explosões deste sábado não foram ainda reivindicadas, mas as suspeitas recaem sem surpresa na Al-Shabab, que tem igualmente mantido aquela região costeira sob ameaça desde que o Quénia enviou uma força militar para a Somália para combater o grupo rebelde islâmico.