Última hora

Última hora

Slaviansk: sequestro e libertação de militares internacionais planeados?

Em leitura:

Slaviansk: sequestro e libertação de militares internacionais planeados?

Tamanho do texto Aa Aa

Os militares internacionais raptados em Slaviansk já estão em liberdade.

O grupo composto por 12 pessoas foi sequestrado por separatistas pró-russos, há pouco mais de uma semana, no leste da Ucrânia, e acusado de espionagem.

Os militares integravam uma missão ao abrigo da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa. Um sueco tinha sido já libertado por razões de saúde e pelo facto do país de origem não integrar a NATO.

“É algo que nunca vamos conseguir esquecer. Fomos tratados dentro das condições possíveis dadas as circunstâncias. A situação era horrível, mas estávamos sob a proteção do atual presidente da câmara local” refere o coronel alemão Axel Schneider.

A libertação ocorre após a deslocação do enviado especial do chefe de Estado russo a Slaviansk.

Um vídeo, entretanto, divulgado na Ucrânia mostra que o sequestro e a libertação podem, afinal, ter sido planeados pelo Kremlin e pelos separatistas pró-russos instalados no leste da Ucrânia.