Última hora

Última hora

Eslovénia: Primeira-ministra entregou pedido de demissão

Em leitura:

Eslovénia: Primeira-ministra entregou pedido de demissão

Tamanho do texto Aa Aa

Como já tinha anunciado, a primeira-ministra eslovena apresentou a demissão esta segunda-feira. O pedido abre agora caminho para eleições antecipadas no país, que podem acontecer a 22 de junho.
Alenka Bratusek já tinha explicado na semana passada que não podia manter-se no cargo que assumiu há pouco mais de um ano, por causa de divergências dentro da coligação que lidera. A crise política no país agravou-se no final de abril com a eleição do rival de Bratusek, Zoran Jankovic, para a liderança do partido Eslovénia Positiva.

A ainda chefe do executivo esloveno esteve esta segunda-feira a participar numa conferência da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) em Paris, lembrou que a “Eslovénia está no caminho da recuperação e existem sinais encorajadores da atividade económica, com um crescimento de 2.1% no último trimestre de 2013.”

Recorde-se que a Eslovénia tem o mais elevado défice da União Europeia. Além disso, o governo foi obrigado a recapitalizar três dos maiores bancos do país e continua a tentar evitar, a todo o custo, o recurso a um plano de ajuda externa.