Última hora

Última hora

Ucrânia: A leste, nada de novo. Só mais violência

Em leitura:

Ucrânia: A leste, nada de novo. Só mais violência

Tamanho do texto Aa Aa

Em Donetsk, no leste da Ucrânia, militantes russófilos tomaram de assalto, este domingo, os escritórios do procurador militar.

O prédio estava vazio quando foi invadido por homens armados e encapuzados que a seguir tomaram posse de outro edifício administrativo na autoproclamada República de Donetsk. A região prepara um referendo que pode conduzir a nova cisão e as bandeiras ucranianas não param de ser queimadas.

Os separatistas em Donetsk estão em estado de alerta depois dos avanços do exército ucraniano em Kramatorsk e em Slaviansk. No bastião rebelde foram escutados tiros junto a um posto de controlo dos militares fieis a Kiev, que cercam a cidade.

Em Mariupol, no sudeste da Ucrânia, nas margens do Mar de Azov, a sede do Privatbank foi incendiada. No mês passado, Vladimir Putin tratou um dos proprietários (Igor Kolomoisky) da instituição bancária ucraniana de “impostor”.

Para tentar reduzir a tensão, o presidente de turno da OSCE (Organização para a Segurança e Cooperação na Europa), Didier Burkhalter, encontra-se com Putin esta quarta-feira, em Moscovo.