Última hora

Última hora

Brasil 2014: Mais polícia na rua, os mesmos problemas de sempre

Em leitura:

Brasil 2014: Mais polícia na rua, os mesmos problemas de sempre

Tamanho do texto Aa Aa

A pouco mais de um mês do pontapé de saída do mundial do Brasil, não param de aumentar os receios relativamente à segurança de jogadores e adeptos.

O aumento da violência levou a polícia a colocar mais dois mil homens nas ruas do Rio de Janeiro, mas mesmo Aldo Rebelo admite que isso não é suficiente.

De acordo com o ministro do Desporto brasileiro, urge mudar o “sentimento de impunidade, não apenas no futebol” estimula o aumento da criminalidade no futebol, assim como na sociedade.

Não faltaram exemplos para ilustrar as palavras de Aldo Rebelo, desde as cenas de pancadaria entre adeptos do Vasco da Gama e do Atlético Paranaense, em dezembro, ao adepto que perdeu a vida a semana passada, atingido por um urinol após o jogo entre Santa Cruz e Paraná.

Esperam-se 600 mil turistas no Brasil durante o mundial e se a Taça das Confederações servir de referência, a ocasião deverá ser aproveitada pelos brasileiros para se manifestarem por melhores condições de vida.