Última hora

Última hora

Lavrov e Deshchytsia prosseguem batalha diplomática em Viena

Em leitura:

Lavrov e Deshchytsia prosseguem batalha diplomática em Viena

Tamanho do texto Aa Aa

Com diferentes argumentos, o ministro interino dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia, Andriy Deshchytsia, e o chefe da diplomacia russa, Serguei Lavrov, estiveram reunidos no Comité de Ministros do Conselho da Europa, em Viena.

Esperava-se um apoio dos representantes europeus às eleições presidenciais de 25 de maio na Ucrânia, mas para a Rússia esta foi uma oportunidade para desafiar as autoridades de Kiev sobre o acordo de Genebra.

“Os ucranianos são quem deve respeitar os acordos. Quer o regime quer a oposição, porque precisam conviver no mesmo país. Na base da igualdade e respeito mútuo devem coordenar as medidas necessárias para colocar o acordo de Genebra em prática”, disse, em conferência de imprensa, Serguei Lavrov.

Do lado contrário, com outro tom, o ministro interino dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia mostrou-se aberto à receção de observadores internacionais para as eleições de maio e devolveu uma resposta.

“Apelo aos parceiros europeus para fazer todos os possíveis para eliminar a ameaça externa e as provocações apoiadas pela Rússia na Ucrânia, de forma a permitir a realização destas eleições livre e democraticamente”, disse Andriy Deshchytsia.

Moscovo diz ser “insólito” realizar eleições presidenciais enquanto o exército ucraniano atua contra a população.