Última hora

Última hora

Um eco-cubo para aproveitar comida

Em leitura:

Um eco-cubo para aproveitar comida

Tamanho do texto Aa Aa

Em Hong Kong, todos os anos, são deitadas fora milhões de toneladas de comida. Para resolver o problema, a empresa chinesa Aubree criou um o eco-cubo, um sistema para aproveitar restos alimentares.

“Aqui temos um sistema para recuperar o desperdício alimentar. Utilizamos o conceito de ecossistema. Aqui pode ver os insetos que põem os ovos e temos as larvas que comem os restos dos alimentos e depois servem de alimento para os peixes. Usamos os excrementos dos peixes para cultivar produtos hortícolas”, explicou Jack Cheng, inventor do conceito.

A estrutura do cubo foi desenhada por Zhu Jingxiang, professor associado da Escola de Arquitetura da Universidade Chinesa de Hong Kong.

“Temos que utilizar cada milímetro do espaço. Não podemos fazer quintais entre duas casas temos de pensar em algo vertical, para interligar as coisas”, considerou Zhu Jingxiang.

A companhia chinesa ainda não vendeu os ecocubos. O preço de venda ronda os vinte mil euros.