Última hora

Última hora

Síria: Rebeldes raptam pretendente a candidato presidencial

Em leitura:

Síria: Rebeldes raptam pretendente a candidato presidencial

Tamanho do texto Aa Aa

Os rebeldes na Síria terão raptado um pretendente a candidato presidencial, que foi rejeitado pelo Tribunal Constitucional.

Depois de mostrarem a identificação de Mohamed al Kanan, o político – escoltado por homens armados – declara que foi “obrigado a concorrer à presidência” por um tenente do regime que “ameaçou matar” toda a sua família depois de Kanan ter recusado candidatar-se.

Noutro vídeo amador, cuja autenticidade também ainda não foi confirmada, é possível observar uma explosão que, segundo o Observatório Sírio dos Direitos Humanos, terá morto 30 pessoas na província de Idlib, durante um ataque dos rebeldes.

Mais de 150 mil pessoas já foram mortas nos três anos de guerra civil na Síria.

Na próxima semana, Barack Obama tem previsto um encontro com o líder da Coligação Nacional Síria, a oposição no exílio, que acabou de receber o estatuto de representação diplomática estrangeira nos Estados Unidos e uma ajuda de 27 milhões de dólares em material não letal.