Última hora

Em leitura:

Tailandeses festejam destituição de Shinawatra


Tailândia

Tailandeses festejam destituição de Shinawatra

O Tribunal Constitucional da Tailândia destituiu a Primeira-ministra e vários membros do seu gabinete. Yingluck Shinawatra foi considerada culpada de abuso de poder e violação da Constituição do país. O caso remonta a 2011 quando a chefe de governo usou a sua posição para afastar o Secretário-Geral do Conselho de Segurança Nacional.

Shinawatra será substituída pelo atual ministro do Comércio e vice Primeiro-ministro.

Yingluck Shinawatra, irmã mais nova do antigo Primeiro-ministro, Thaksin Shinawatra, no exílio desde 2006, é considerada por muitos como testa de ferro do irmão, deposto por golpe militar. Ele foi acusado, julgado e condenado, à revelia, por abuso de poder e corrupção.

A destituição da primeira-ministra tailandesa complica, mais ainda, a situação política do país. Há seis meses que a Tailândia tem sido palco de um movimento que pedia já a sua destituição.

Nas ruas opositores do governo celebraram a decisão do tribunal.