Última hora

Última hora

África do Sul: Contam-se os votos para confirmar a hegemonia do ANC

Em leitura:

África do Sul: Contam-se os votos para confirmar a hegemonia do ANC

Tamanho do texto Aa Aa

Na África do Sul, contam-se os votos das primeiras legislativas após a morte de Nelson Mandela. O sufrágio deve confirmar a hegemonia do ANC, 20 anos após o fim do ‘apartheid’.

Os resultados finais só devem ser conhecidos esta sexta-feira. Sem dar números, a Comissão Eleitoral evocou uma “participação muito elevada” no escrutínio.

A imprensa fala numa participação equivalente ou superior às eleições de 2009, nas quais mais de 77% dos eleitores foram às urnas.

Apesar da agitação social que a África do Sul tem vivido nos últimos meses e das acusações de favorecimento pessoal que pesam sobre Jacob Zuma, o partido do Presidente, o ANC – que tem sido minado por casos de corrupção – deve renovar a maioria absoluta.

Contados 20% dos boletins, o ANC somava 55,8% dos votos, contra 31% para a Aliança Democrática (AD).

Principal partido da oposição, a Aliança Democrática, de Helen Zille, confirma um forte crescimento em relação às últimas eleições, nas quais obteve 16,7%.

A grande curiosidade está em conhecer o resultado que alcançará Julius Malema, um dissidente do ANC que fez campanha pela nacionalização da banca e das minas.

Os 400 deputados eleitos irão escolher o Presidente no próximo dia 21 de maio. Uma eleição em que Jacob Zuma tem a vitória praticamente garantida para um novo mandato de cinco anos à frente da África do Sul.