Última hora

Última hora

Separatistas mantêm referendo no leste da Ucrânia

Em leitura:

Separatistas mantêm referendo no leste da Ucrânia

Tamanho do texto Aa Aa

Aconteça o que acontecer, o referendo sobre a autonomia no leste da Ucrânia previsto para o próximo domingo vai realizar-se.

Em plena contagem decrescente, os separatistas pró-russos respondem desta forma ao apelo de Vladimir Putin, que tinha sugerido o adiamento da consulta popular para depois das eleições presidenciais ucranianas para “favorecer o diálogo.”

“Atendendo aos eventos registados, às ações militares que estão a acontecer nas cidades da região, atendendo ao genocídio que se verificou em Odessa, a vontade de realizar o referendo – em vez de adiá-lo por qualquer razão – não para de crescer”, disse em conferência de imprensa Denis Pushilin, líder da autoproclamada República Popular de Donetsk.

Com ou sem convergência de opiniões, os separatistas não deixam de referir “o maior respeito pelo Presidente Putin.”

O chefe de Estado russo anunciou também, no rescaldo de uma reunião com o presidente em exercício da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa, a retirada das tropas russas da fronteira com a Ucrânia.

Já esta quinta-feira, as forças governamentais fiéis a Kiev retomaram o controlo da Câmara da cidade de Mariupol, na região oriental de Donetsk.