Última hora

Última hora

Ucrânia: 21 mortos durante tiroteio em Mariupol

Em leitura:

Ucrânia: 21 mortos durante tiroteio em Mariupol

Tamanho do texto Aa Aa

De acordo com uma informação avançada pelo ministro do Interior ucraniano, Arsen Avakov, morreram 21 pessoas durante confrontos entre militares e homens armados na cidade de Mariupol.

A mesma fonte avança que o tiroteio se registou quando soldados das forças especiais ucranianas e da Guarda Nacional repeliram uma tentativa de assalto ao edifício da polícia levada a cabo por 60 homens armados.

Segundo o governante, 20 rebeldes e um agente da polícia foram mortos. Quatro polícias foram feridos e quatro militantes separatistas foram capturados.

Segundo a versão de simpatizantes pró-russos, o tiroteio surgiu durante o ataque das forças governamentais ao edifício, onde estava entrincheirado um grupo de polícias que se negava subordinar a Kiev.

Centenas de pessoas dirigiram-se então para o local para impedir a detenção dos insubordinados, mas as forças de Kiev, que contavam com o apoio de blindados, receberam-nas com tiros de advertência para o ar.

Outras fontes dizem que no edifício não estavam entrincheirados insubordinados da polícia, mas sim homens armados da autoproclamada “república popular de Donetsk” que pretende realizar um referendo separatista no domingo.

Ao mesmo tempo que a comunicação social local referia que separatistas se tinham apoderado de um tanque no centro da cidade, imagens publicadas numa rede social mostravam o frente a frente entre um blindado e habitantes da cidade.