Última hora

Última hora

Festival Eurovisão 2014

Em leitura:

Festival Eurovisão 2014

Tamanho do texto Aa Aa

A Dinamarca acolhe pela terceira vez a gala do Festival Eurovisão da Canção.

Em Copenhaga representantes de 26 países disputarão a vitória.

Pela primeira vez em muitos anos não existe um favorito destacado, mas a representação austríaca não deixa ninguém indiferente.

Para lá dos arrufos políticos, Conchita Wurst, o alter ego de Thomas Neuwirth, contribui largamente para a extravagância do evento.

“Tenho pensado nisso e não tenho certezas. Penso que a Ucrânia terá bastante apoio, devido obviamente, ao conflito atual. Pessoalmente gosto da canção que me parece ser bastante boa.
Acho que vão ter um apoio extra da Europa. O mesmo não posso dizer em relação à Rússia”, disse o britânico Edward Watson.

“Creio que este ano vai ser muito competitivo. Pessoalmente gostava que a Suécia ganhasse mas vai ter pela frente a Hungria, a Áustria, o Reino Unido com grandes hipóteses de ganhar. A Dinamarca também tem uma canção muito boa este ano. Qualquer um pode ganhar. A votação vai ser muito cerrada este ano”, sublinhou Keith Grant, de Dublin.

“A Áustria vai ganhar porque tem muito apoio dos fãs e do público. Fui à segunda meia-final e foi fantástico. Todos a apoiavam. Foi uma verdadeira loucura”, afirmou o francês Loic Pherivong.