Última hora

Última hora

Ucrânia: Diplomacias da União preparam mais sanções contra Rússia

Em leitura:

Ucrânia: Diplomacias da União preparam mais sanções contra Rússia

Tamanho do texto Aa Aa

Mais sanções contra a Rússia – o tema está em cima da mesa em Bruxelas na reunião dos Ministros dos Negócios Estrangeiros da União Europeia em Bruxelas. A crise na Ucrânia deverá dominar o encontro que se produz depois do referendo de domingo nas regiões do leste ucraniano, Luhansk e Donestk.

À entrada para a reunião, William Hague explicou que os votos, as tentativas de referendo têm uma credibilidade zero aos olhos do mundo. São ilegais do ponto de vista dos critérios de qualquer organismo. Não existe um único critério de objetividade, de transparência, equidade ou de referendo, de eleições, e de facto as pessoas que os organizaram nem sequer fingiram estar a cumprir esses critérios”, declarou o chefe da diplomacia britânica.

A Alta Representante dos Assuntos Externos da UE explicou o que os 28 pretendem, um objetivo procurado há várias semanas. “Bom, ainda estamos à procura de sinais de um verdadeiro apaziguamento, não em relação à movimentação de tropas, mas também na atitude destinada a apaziguar as coisas”, disse Catherine Ashton.

A União Europeia deverá alargar as sanções a pessoas e também a empresas ligadas à anexação da Crimeia pela Rússia, facto que deverá atingir 14 personalidades e 2 companhias ligadas ao setor da energia. A gigante Gazprom não é uma das visadas.