Última hora

Última hora

Itália promete enviar imigrantes clandestinos para a Europa

Em leitura:

Itália promete enviar imigrantes clandestinos para a Europa

Tamanho do texto Aa Aa

Aumentou para 17 o número de vítimas mortais do naufrágio, desta segunda-feira, perto da ilha de Lampedusa, em Itália.

O balanço é, ainda, provisório já que a bordo da embarcação seguiam cerca de 400 imigrantes clandestinos.

Mais de duzentos foram resgatados, dezenas continuam desaparecidos.

Cansado de apelar à ajuda da União Europeia, o ministro do Interior Italiano, Angelino Alfano, promete uma resposta à altura:

“já que a Europa não nos ajuda a resgatar os mortos devia ocupar-se dos vivos. Os imigrantes a quem a Itália reconhecer o direito de asilo vão ser enviados para outros países europeus porque é isso, que eles querem e a Itália não se pode tornar numa prisão para refugiados políticos.”

A Comissão Europeia considera ter posto em marcha todas as ferramentas disponíveis para ajudar países como a Itália, mas defende que cabe a cada estado membro tomar medidas para evitar a morte de imigrantes clandestinos.