Última hora

Última hora

Líder do Boko Haram fala em conversão das jovens raptadas ao Islão

Em leitura:

Líder do Boko Haram fala em conversão das jovens raptadas ao Islão

Tamanho do texto Aa Aa

O líder do Boko Haram diz que as jovens raptadas, em meados de abril, se converteram ao islamismo. Num vídeo, divulgado esta sexta-feira, elas recitam o Corão.

No vídeo o grupo islamita propunha-se trocar as adolescentes sequestradas por militantes detidos na Nigéria mas as autoridades recusaram a “oferta”. Em resposta, o ministro do Interior nigeriano, afirmou que “não cabe ao Boko Haram impor condições”.

A Nigéria está a ser apoiada por diversos países. Estados Unidos, Reino Unido e França enviaram especialistas para ajudarem nas buscas:

“Estamos a trabalhar com peritos, também do Serviço de Informações de Segurança, e militares, de vários pontos do mundo. Faremos o que for necessário para retirar as nossas jovens do cativeiro”, afirmou Mike Omeri, do governo nigeriano.

Na Nigéria continuam as manifestações pela recuperação das jovens e contra aquilo que consideram ser a pouca ação das autoridades.

Duzentas e setenta e seis jovens foram raptadas numa escola a 14 de abril, outras 11 no início de maio. Do grupo maior dezenas conseguiram fugir mas dezentas e vinte e três, segundo a polícia, permanecem em cativeiro.

O líder do Boka Haram ameaçou tratá-las como escravas, “vendê-las no mercado”, casá-las à força. Estas declarações provocaram a indignação internacional chamando a atenção para um grupo extremista que quer criar um estado islâmico no norte da Nigéria.