Última hora

Última hora

Merkel junta mundo económico à mesa

Em leitura:

Merkel junta mundo económico à mesa

Tamanho do texto Aa Aa

Os decisores económicos mundiais têm ainda muito trabalho pela frente, apesar de a situação global estar agora melhor do que estava no início da crise. Essa é a principal conclusão da cimeira que juntou, em Berlim, a chanceler Angela Merkel e os líderes do Banco Mundial, do Fundo Monetário Internacional (FMI), da Organização Mundial do Comércio (OMC), da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) e ainda da Organização Internacional do Trabalho (OIT).

O maior desafio é o combate ao desemprego, sobretudo ao desemprego jovem, como explicou Guy Ryder, diretor-geral da OIT: “A situação não está a melhorar. O desemprego mundial continua a crescer. Está em níveis recorde, apesar do desempenho económico continuado. Todos os anos há 40 milhões de pessoas a juntar-se à população ativa, por isso vamos ter um grande problema com o emprego, no futuro”.

Esta reunião entre Merkel e os dirigentes das principais instituições económicas mundiais acontece todos os anos desde 2007. Este ano, serviu também para preparar a presidência alemã do G7.