Última hora

Última hora

Ucrânia: Steinmeier acredita nas presidenciais como solução para a crise

Em leitura:

Ucrânia: Steinmeier acredita nas presidenciais como solução para a crise

Tamanho do texto Aa Aa

As eleições presidenciais na Ucrânia vão ser cruciais para ajudar a resolver a crise no país, a convicção é do ministro dos Negócios Estrangeiros alemão, Frank Walter Steinmeier, que visitou Kiev, um dia depois de Herman Van Rompuy, o presidente do conselho da União Europeia ter feito o mesmo

O chefe da diplomacia alemã explica a importância do escrutínio do dia 25.

“Espero que seja possível, nessas circunstâncias, dar passos para libertar os edifícios e desarmar grupos ilegais de pessoas, passo a passo, e restabelecer o poder do governo ucraniano”, afirmou o diplomata alemão.

O primeiro-ministro ucraniano considera que a Rússia é responsável pela crise que colocou o país à beira da guerra civil e também a detentora da solução.

“A chave da estabilização do leste da Ucrânia não está em Kiev, mas sim em Moscovo. Quando eles deixarem de apoiar os separatistas e os terroristas a situação vai melhorar depressa”, declarou Arseniy Yatsenyuk.

O porta-voz do governo alemão declarou que a viagem de Steinmeier à Ucrânia serviu para apoiar uma “mesa redonda” nacional sob os auspícios da OSCE, Organização para a Segurança e Cooperação na Europa. A ideia terá o apoio do presidente russo, Vladimir Putin, de acordo com a OSCE.