Última hora

Última hora

Mineiros sul-africanos protestam contra mortes de companheiros

Em leitura:

Mineiros sul-africanos protestam contra mortes de companheiros

Tamanho do texto Aa Aa

Cerca de mil mineiros sul-africanos em greve manifestaram-se, esta quarta-feira, contra as diversas manobras de intimidação de que são vítimas.

Trabalham na mina de platina da empresa Lonmin, em Marikana.

A luta social agravou-se, nos últimos dias, com o assassinato de quatro mineiros.

Os sindicatos dizem que, apesar dessas mortes, a polícia nada fez e não conseguiu sequer deter os suspeitos.

A luta dos mineiros tem um historial de tragédia. Sempre que fazem greve, a repressão aumenta, tendo causado mais de 40 mortes, desde 2012.

Entre os mortos, contavam-se 34 mineiros.

A mina está a produzir apenas 40 por cento da sua capacidade, com reflexos na economia nacional, com um crescimento, cada vez mais lento.