Última hora

Última hora

Protesto social aumenta no Brasil

Em leitura:

Protesto social aumenta no Brasil

Tamanho do texto Aa Aa

No Brasil, a menos de um mês do início do Campeonato do Mundo de Futebol, a onda de protestos intensifica-se.

No Recife, centenas de pessoas aproveitaram uma greve da Polícia Militar para saquearem lojas e semearem o caos, com o objetivo de provarem que o país não tem condições para garantir a segurança durante o Mundial.

A polícia nacional foi chamada a intervir para repôr a ordem. Dezenas de pessoas foram detidas. A Polícia Militar está greve pelo aumento de salários.

Na cidade de São Paulo,os protestos foram realizados com a queima de pneus e corte de várias estradas principais. Os manifestantes chamam a atenção para a falta de casas e de escolas e contestam os gastos do país por causa do Mundial.

Um representante dos manifestantes avisa:

“O que podemos dizer com segurança é que se não houver avanços na política de moradias e reforma urbana no país neste período, o movimento vai fazer a luta durante o período da Copa”.

As maiores manifestações são esperadas em São Paulo, que inaugura o Mundial no dia 12 de junho e no Rio de Janeiro, onde decorrerá a final.