Última hora

Última hora

Tensão sobe na Ucrânia

Em leitura:

Tensão sobe na Ucrânia

Tamanho do texto Aa Aa

Na Ucrânia, o braço-de-ferro entre as forças governamentais e os separatistas aumenta. Mesmo se o governo promete luta, os ativistas pró-russos não arredam pé das regiões que ocupam.

Em Slaviansk, ergueram barricadas na estrada que liga Rostov a Kharkiv e juram lutar até ao fim.

Do lado pró-governamental também se estão a constituir milícias, nomeadamente o “batalhão de Donbass”, ativo na região de Donbass, que inclui a cidade de Donetsk.

Em Mariupol, a polícia conta com a ajuda dos trabalhadores da siderúrgica Metinvest. O multimilionário Rinat Akhmetov, dono da empresa e também presidente do clube de futebol Shakhtar Donetsk, fez um apelo na televisão, onde alertou para o estado catastrófico em que Donestk ficou com o aparecimento desta tensão.

Akhmetov desmentiu as acusações de que tinha pago a ativistas pró-russos para mudarem de campo.

Em Luhansk, na mesma região da Ucrânia, a polícia e os militares detiveram o líder do autoproclamado exército do sudeste. Oleksiy Relke foi levado para interrogatório em Kiev e é acusado de vários crimes, incluindo de cumplicidade em tentativa de golpe de estado e de ter contas bancárias ilegais.