Última hora

Última hora

Terrosimo no Quénia afeta turismo

Em leitura:

Terrosimo no Quénia afeta turismo

Tamanho do texto Aa Aa

Após os dois ataques terroristas esta sexta-feira, na cidade de Nairobi, no Quénia, as autoridades aconselham vigilância às populações e os turistas estão a abandonar o país.

Os atentados ocorreram num autocarro e num mercado da cidade. Pelo menos dez pessoas perderam a vida e cerca de 80 ficaram feridas.

O presidente Uhuru Kenyatta pediu a colaboração dos quenianos nesta luta do país contra o terror:

“Peço a todos os quenianos que se mantenham vigilantes e que denunciem qualquer movimento suspeito que detetem. Esta é uma batalha conjunta e teremos que vencê-la conjutamente”.

De acordo com a polícia foram detidos dois suspeitos. Os ataques ainda não foram reivindicados, mas as autoridades quenianas suspeitam, uma vez mais, do envolvimento do grupo radical islâmico Al-Shabaab, sediado na Somália.

A onda de atentados que o país tem sofrido está a prejudicar fortemente o turismo. A Grã-Bretanha está a repatriar os turistas britânicos que se encontram no país.

As agências de viagens cancelaram todas as operações para Mombaça, pelo menos até ao mês de outubro.