Última hora

Última hora

Festival de Cannes prossegue sem favorito claro

Em leitura:

Festival de Cannes prossegue sem favorito claro

Tamanho do texto Aa Aa

A contagem decrescente para conhecer o vencedor da Palma de Ouro em Cannes prossegue enquanto continua o desfile de estrelas pela passadeira vermelha do Festival de Cinema.

“Maps to the Stars”, de David Cronenberg, é um dos candidatos na corrida ao prémio maior. O realizador surpreendeu com uma sátira aos excessos de Hollywood repleta de humor.

Conta com nomes grandes no elenco como Julianne Moore, John Cusak ou Robert Pattinson nos papéis de destaque.

Pela primeira vez em Cannes, o realizador Bennett Miller apresentou esta segunda-feira na competição oficial “Foxcatcher.”

A película reúne um elenco de luxo, com Steve Carell, num registo bem diferente da comédia.

Uma história verdadeira com argumento trágico que cruza as vidas de um bilionário excêntrico, interpretado por Carell, e dois campeões de luta, vividos por Channing Tatum e Mark Ruffallo.

A realizadora Jane Campion não esconde a satisfação de ser a primeira mulher à frente do Júri principal do Festival: “Para mim é uma ótima experiência estar no festival e ver todo o alinhamento dos filmes. Também por causa dos realizadores, porque é difícil ter um filme presente em Cannes. Admiro todos, fizeram tanto para estar em competição, por isso estou a celebrá-los. Não sei o que vamos pensar no final.”

Rumo à conquista da terceira Palma de Ouro, os irmãos Dardenne apresentam esta terça-feira em Cannes o drama “Deux jours, une nuit.” A confirmar-se a vitória farão história com um recorde, mas será preciso ainda esperar pela apresentação dos outro filmes em competição, como explica o correspondente da Euronews em Cannes, Frederic Ponsard: “Ao fim de cinco dias de competição, os elementos do júri viram metade dos filmes na corrida à Palma de Ouro.
Alguns nomes destacam-se: Abderhammane Sissako por ‘Timbuktu’, ‘Winter Sleep’ de Nuri Bilge Ceylan ou David Cronenberg com ‘Maps to the Stars.’
Mas até sábado esperam-se outros nomes grandes na avenida La Croisette. Ken Loach, os irmãos Dardenne ou Godard. Por outras palavras ainda vai correr muita tinta.”