Última hora

Última hora

O que fez Putin surgir sisudo em Xangai?

Em leitura:

O que fez Putin surgir sisudo em Xangai?

Tamanho do texto Aa Aa

Vladimir Putin surgiu esta terça-feira, em Xangai, com cara de poucos amigos ao lado do homólogo chinês, Xi Jinping. Pequim e Moscovo ainda não assinaram, como é esperado, um acordo para o fornecimento de gás russo no valor de aproximadamente 400.000 milhões de dólares.

O Império do Meio quer fazer um negócio da China e está a tentar baixar o preço do gás, consciente que a Rússia precisa do acordo, dado o isolamento económico e político do Kremlin no Ocidente por causa da crise na Ucrânia.

Os negociadores continuam a trabalhar e não é de excluir que um acordo seja alcançado antes do presidente russo deixar a China esta quarta-feira.

A ser assinado, o contrato de fornecimento de gás da Gazprom à China irá estabelecer o aprovisionamento dos depósitos de Pequim com 38.000 milhões de metros cúbicos de gás por ano durante os próximos 30 anos, um acordo que está a ser negociado entre as duas superpotências há cerca de uma década