Última hora

Última hora

Reino Unido atrasa-se nas operações para salvar meninas nigerianas

Em leitura:

Reino Unido atrasa-se nas operações para salvar meninas nigerianas

Tamanho do texto Aa Aa

O avião que a Força Aérea britânica mandou para a Nigéria, para resgatar as estudantes raptadas pelo grupo Boko Haram, avariou durante o percurso.

O avião deveria juntar-se a dois aparelhos norte-americanos que participam nas buscas para encontrar as mais de 200 meninas que continuam desaparecidas. A RAF diz que não pode ainda dizer quando é que a avaria vai estar reparada e quando o avião vai poder chegar ao destino.

Foi no dia 14 de abril que 276 adolescentes foram raptadas pelo movimento terrorista à saída da escola.

Na aldeia onde se deu o rapto, reina o medo As pessoas sentem que o Boko Haram têm mais força que o próprio exército nigeriano: “Eles têm todo o tipo de armas. O exército é suposto defender-nos. Eles estão muito perto, mas não nos defendem. Não podemos fazer nada”, diz um homem.

Na Nigéria, como em vários locais do mundo inteiro, continuam os protestos para que se ponha um ponto final ao sequestro das alunas.

A campanha já juntou celebridades de todo o mundo, sobretudo mulheres, desde Michelle Obama às antigas primeiras-damas francesas Carla Bruni e Valérie Trierweiller.