Última hora

Última hora

Autor de "Mafalda" vence Prémio Princípe das Astúrias para a Comunicação e Humanidades

Em leitura:

Autor de "Mafalda" vence Prémio Princípe das Astúrias para a Comunicação e Humanidades

Tamanho do texto Aa Aa

Joaquín Salvador Lavado, conhecido por Quino, venceu o Prémio Príncipe das Astúrias para a Comunicação e Humanidades.

É o autor da famosa personagem de banda desenhada “Mafalda”, publicada, em jornais e revistas, entre 1964 e 1973.

“Quando se celebram os 50 anos do nascimento de “Mafalda”, as mensagens lúcidas de Quino permanecem válidas, elas combinam a sabedoria e a simplicidade do traço com a profundidade do seu pensamento”, explicou o Presidente do júri.

Nesta BD de culto, que hoje se pode encontrar nas livrarias, “Mafalda”, uma menina de quase 8 anos, que odeia sopa, mostrava-nos o mundo dos adultos aos olhos de um grupo de crianças, reflexões sobre as questões mais importantes da época.

Filho de imigrantes espanhóis, Quino nasceu em 1932 na província de Mendoza na Argentina. O gosto pelo desenho foi-lhe incutido por Joaquín Tejón, um tio, pintor e desenhador.

Quino abandonou a Argentina, e exilou-se em Milão, em 1976, depois de um golpe de Estado. Acabaria por adotar a nacionalidade espanhola. Vive entre Madrid e Buenos Aires.

A cerimónia de entrega dos prémios de todas as categorias, concebidos pelo catalão Joan Miró, acontece em outubro.