Última hora

Última hora

Exército tailandês organiza reunião entre rivais políticos

Em leitura:

Exército tailandês organiza reunião entre rivais políticos

Tamanho do texto Aa Aa

Em nome de uma solução para a crise política na Tailândia, o chefe do Exército do país convocou para esta quarta-feira uma reunião com as partes envolvidas no conflito.

O encontro acontece um dia depois de o Exército impor a lei marcial.

O primeiro-ministro interino foi excluído da reunião.

“Convidámos muitos grupos e fações que desempenham um papel importante no país para enviarem representantes para discutir uma saída da crise. Os grupos incluem o porta-voz do Senado, o presidente da Comissão Eleitoral, o chefe do partido Puea Thai, o chefe do partido Democrata, o secretário do Comité Popular de Reforma Democrática e o presidente da Frente Unida para a Democracia e contra a Ditadura”, explica Srichan Ngathong, porta-voz do Exército.

Entretanto, o Exército impediu o Governo de utilizar o quartel-general de crise, de acordo com uma fonte do executivo.

A presença de forças rivais na capital deixa antever novos episódios de violência. Desde o outono a crise na Tailândia já provocou a morte de mais de duas dezenas de pessoas e centenas de feridos.